Eu amo esmaltes! E você?

6 de Setembro, 2009 em Colorama, Produtos Nacionais by Bianca de Neve

Este texto foi originalmente postado no dia 25 de julho de 2009 no meu outro blog. Já que resolvi fazer um blog específico para esmaltes, decidi deletar os posts relacionados ao assunto de lá e postar aqui.

Eu escrevo um pouquinho demais, mas acho que isso é algo que vocês terão que se acostumar, hahaha.

Se tem uma coisa que eu não sei “ser”, é mulher. Sim, porque para poder ser denominada como tal, não basta simplesmente ter nascido com uma vagina ao invés de um pênis. A representante do sexo feminino deve saber e estar a par sobre uma série de assuntos. E não falo apenas sobre menstruação e depilação, me refiro ao conjunto que forma uma mulher.

Conjunto esse que engloba saber maquiar-se, pintar as unhas, vestir-se bem, cuidar do cabelo, do corpo, dos olhos, das mãos, dos pés, da barriga, da bunda, das pernas, dos seios peitos, da boca, do nariz, da orelha… enfim, cuidar de cada centímetro que compõe o corpo feminino. E isso, é um saco!

É um saco porque leva tempo e às vezes, eu simplesmente quero tomar um banho para relaxar após um dia cheio e não ficar passando esfoliante antes de me ensaboar, óleo após o enxague, creme para as mãos depois do banho, hidratante para o corpo, etc. Definitivamente eu não nasci para isso, sou mulher porque meu pai designou assim e por outras características biologicamente óbvias.

Apesar de eu não saber ser uma mulher, eu gosto de coisinhas de menininhas. É, porque existe uma diferença entre menina e mulher, e ela se baseia no que a pessoa gosta ou não.

Sair pra festar e beber? Não, meninas não fazem isso. Mulheres, sim

Me maquiar todo dia antes de sair de casa? Não, às vezes nem penteio o cabelo. Mulheres nunca saem sem o cabelo estar pelo menos, alinhado.

Comprar milhões de hidratantes e creminhos da Avon? Hmm.. da Avon eu só compro esmalte e coisas de menina, tipo lixas coloridas, etc.

Daí você pensou: “Aháááá! Mas ela usa esmalte! Esmalte é coisa de mulherrrr! Ainda mais aqueles 500 esmaltes vermelhos que parecem ser todos iguais, mas cada um tem um nome e uma marca diferente”.

Pois é, eu gosto de esmalte. Tipo, gosto muito, adoro, amo, sou esmaltófila! Ainda assim, não é necessariamente coisa de mulher, porque os vermelhos são os meus menos favoritos. Em compensação, todas as outras cores existentes ou eu tenho, ou ainda vou ter. E pelo “ter” não me refiro a deixar guardado na minha caixinha com mais de 80 esmaltes, o meu ter é igual a usar. Pelo menos uma vez. Desde o início do ano não repeti a cor do esmalte uma única vez. E isso não é somente por frescura, é porque compro tanto esmalte, que a maioria ainda está na embalagem, e antes que eles estraguem eu quero usar uma vez, ao menos

Coleção de EsmaltesJá posso ser manicure!

Notem que a maioria dos frascos está bastante cheio. Isso porque quase todos eu usei apenas uma vez.

Claro que já usei cores horríveis, tipo um azul cor de Fiat 147. Ou um dourado, que só não ficou mais brega porque foi na época do Carnaval. Um rosa que deveria se chamar Fúcsia e que só usei para agradar minha sobrinha de 3 aninhos (dá até pra ver ele na foto). Teve até um verde pior que bandeira que simplesmente não combinou com roupa alguma.

Porém (sempre tem um porém), eu pinto as unhas o melhor que consigo, e isso não é muito. Sabe aquela parte de tirar a cutícula? Lixar as unhas quadradinhas ou redondinhas ou sei lá o que? Deixar elas do mesmo tamanho (e isso é possível)? Todas essas partes eu pulo, hahaha.

Eu acho que nunca tirei a cutícula na minha vida e isso é bom, pois ela protege nossas lindas mãos e unhas de pegar infecções. Só que fica feio com o esmalte. Assim como fica feio não tirar o excesso depois de borrar toda a volta dos dedos. E isso eu também faço. Eu pinto as unhas geralmente à tarde, e à noite, quando tomo banho, a água quente faz o “excesso” sair sozinho, não tem porque eu ficar cavucando o canto da minha unha com um palitinho de laranjeira que vai, invariavelmente, estragar a minha unha para eu ter que refazer. E refazer UMA unha dá merda. Sempre.

Mas tem vezes que eu pinto antes de dormir, e, além do esmalte ficar marcado do edredon (eu digo que são efeitos especiais), fico com o excesso nos dedos, hahaha. Mas tudo isso foi uma introdução para mostrar a última cor que pintei minhas unhas.

Coleção de EsmaltesFoto com a luz que entrava pela janela. Mão esquerda.


Foto com a luz que entrava pela janela também (!). Mão direita. (eu pinto melhor com a esquerda, né?)

Notem que eu até tentei tirar o excessinho, mas não tive muita paciência. E também não sou uma exímia pintadora de unhas, então saiu isso aí.

Gostei dessa cor. O único problema é que, como disse anteriormente, eu sou mais menina do que mulher, e isso quer dizer que eu sou desengonçada. Vivo batendo minhas mãos, logicamente as unhas também, e os esmaltes duram pouquíssimo tempo, pois já no segundo dia começam a descascar.

E a ideia desse post veio depois de ler vááários blogs que falam somente, e somente de, esmaltes. São meninas que escrevem coisas do tipo “eu super quero um esmalte da Chanel”, mas são legais. Morro de inveja dos esmaltes que não acho pra vender por aqui e quero juntar uns millhões de reais pra comprar esmaltes europeus.

Alguém conhece quem use cores diferentes de vermelho? Porque nowadays TODAS AS PESSOAS do mundo usam vermelho. E isso está me irritando.

P.S.: vou pintar as unhas de vermelho daqui a pouco :x.