Bouquet – Maria Helena Misturinhas Limitadas

21 de March, 2013 em Geral by Bianca de Neve

Ano passado foi lançada a marca Maria Helena Misturinhas Limitadas. Maria Helena é uma manicure com mais de 40 anos de experiência que resolveu lançar sua própria linha.

Inicialmente foram lançadas 8 cores, além de base e extrabrilho, na coleção chamada Origem (muito propício o nome, ahah). Vou mostrar no post o Bouquet, um coral avermelhado um tanto quanto comum, especialmente para uma marca “que prima por cores exclusivas”.

As cores são boladas pela manicure e quem assegura a qualidade do produto são as duas sócias dela. Os esmaltes são 3free (sem tolueno, formaldeído e DBP), possuem tampa emborrachada e pincel achatado, além de um detalhezinho em papel com o nome da cor e um micro poema.

A apresentação é bem bonitinha, mas confesso que todo esse papo não me convenceu completamente.

A começar pela decantação. O esmalte vem com UMA bolinha, mas decanta absurdamente (chegou decantado aqui em casa), em questão de horas você vê a farinha de trigo o pigmento branco colado no fundo ou nas laterais do frasco. No dia que resolvi usar esse esmalte, carreguei ele na bolsa (foi dica de alguém nos comentários, ahaha) e a cor misturou bem, caso contrário a aparência estaria bem feinha pras fotos.

Mas decantar não é bem um problema real, é só estético. O acabamento é bem brilhante, me lembrou esmalte da Dior. Só lembrou, pois assim que o esmalte secou completamente esse brilhou diminuiu e algumas bolinhas apareceram. Pudera, foram necessárias 3 camadas do Bouquet e mesmo assim não achei que cobriu o branquinho da unha perfeitamente.

A tampa emborrachada não é tão ruim quanto a dos esmaltes Adriane Galisteu, mas está longe de ser tão boa quanto da Ozotic Pro (ou até mesmo Orly). Nas fotos anteriores dá pra ver que ela junta muita sujeira, e eu acho péssimo, nunca fica limpa por completo.

O pincel é achatadinho e fácil de usar, apesar do cabo curto.

O nome do esmalte, assim como a formulação e data de validade vêm em um adesivo embaixo do frasco.

Vendo tudo isso fica difícil pensar em algo que eu não tenha gostado, né? Mas por R$21,00 (preço sugerido) eu esperaria cores realmente exclusivas e uma qualidade superior. Já usei misturinhas caseiras que cobrem com menos de três camadas e não descascam em menos de 24h, como ocorreu com o Bouquet. Na real o que tirou muitos pontos desse esmalte pra mim foi essa tampinha, não aguento coisa que junta poeira.

A marca possui um sistema de embalagens retornáveis; você junta 5 frasquinhos vazios e troca por um produto novo. Uma pena eles só serem vendidos em alguns poucos lugares e terem esse valor alto, mas a proposta é muito boa (apesar de eu só usar até o fim esmalte preto e base). Outras marcas poderiam começar com isso, já que até hoje o descarte adequado de esmaltes é um mistério.

Apesar de adorar o cuidado com todos os detalhes, eu só compraria essa marca se encontrasse uma cor muito diferente. Muito mesmo, porque teria de competir com a cartela da OPI, já que ambos os esmaltes custam quase a mesma coisa.

* O esmalte deste post foi enviado para experimentação.

APRENDA A FAZER SUAS UNHAS EM CASA SEM USAR ALICATE!