Vinhito – quem disse, berenice?

16 de October, 2013 em Geral by Nanda

Todo mundo tem ou já teve, nem que indiretamente, um esmalte vinho em casa. Talvez ele esteja perdido, talvez ele esteja duro e velho, talvez ele seja da sua mãe ou avó, talvez você nunca nem o tenha usado, mas tenho certeza que essa cor de esmalte já passou pela sua vida em algum momento.

A minha primeira referência de esmalte é justamente nessa cor, lembro de ver as unhas dos pés da minha mãe esmaltadas de vinho enquanto brincava no chão, isso com uns 4 anos. Lembro também de acompanha-la ao salão e escutar (sem entender) a manicure falar sobre Café + Rebu. Por fim, lembro que quando a vi de unhas claras, estranhei e não gostei.

Esmalte vinho é tão antigo pra mim que, na ânsia de usar os “modernos” verdes e azuis, fiquei muito tempo sem flertar com um tom tão básico. Ainda bem que com o passar do tempo eu redescobri o quanto vinho é lindo e poderoso.

E foi com espírito de mulher poderosa (ui!) que esmaltei minhas mãos e pés com o Vinhito da QDB?. O esmalte é lindo, não mancha, tem um brilho perfeito e me deixou assim, toda boba, transbordando segurança, querendo falar da sensação e não do esmalte em si.

Vinho não é esmalte de mãe, vinho é a cor da maturidade ♥

APRENDA A FAZER SUAS UNHAS EM CASA SEM USAR ALICATE!