Coleção Torcida Brasileira – Maria Helena Misturinhas Limitadas

5 de June, 2014 em Coleção Completa, Maria Helena Misturinhas by Bianca de Neve

Press Kit

Acho que agora os lançamentos de coleções da Copa acalmam, já que ela começa esse mês e vai durar pouco tempo. De todas essas coleções eu tinha simpatizado só com a da Fina Flor (por ser texturizada) e com a da Risqué (por ser diferente), mas aí aos 45min do segundo tempo vem a Maria Helena Misturinhas e traz essa coisa fofa aqui:

MARIAHELENA-TorcidaBrasileira

Cinco esmaltes inspirados em 5 cidades que sediarão os jogos da Copa. Gostei porque as cores são diferentes. Gostei porque eu acho que a Maria Helena Misturinhas precisava melhorar a cartela de cores. Gostei porque só tem cores que eu gosto. E gostei porque tem um esmalte em homenagem à Porto Alegre ♥
Basicamente gostei porque tem a ver com a Copa, mas não tem cara de Copa.

MARIAHELENA-araraazul

Arara Azul (3 camadas) – Fórmula bem jelly, por isso precisa de tantas camadas para perder o aspecto de manchado, mas olha, vale a pena (apesar de dar um desespero na primeira camada). A cidade homenageada é Cuiabá, que é porta de entrada para o Pantanal e a Arara Azul é símbolo de lá. Gente, que cor linda. Eu sei, não tem nada demais, um azul escuro, mas com esse brilho e intensidade a cor fica tão wow nas unhas! E o melhor: nem foi difícil de limpar e remover, nada de cutículas manchadas.

MARIAHELENA-caju

Caju (3 camadas) – Em homenagem a Natal e ao maior cajueiro do mundo. Acho que nunca vi um caju, mas o Caju esmalte é lindo. Gosto de laranja vibrante assim e esse ainda tem a fórmula jelly. Por ter este acabamento não espero que ele cubra perfeitamente o branquinho da unha, mas tudo compensa pela cor bonita. Quando dei de cara com o vidrinho na hora lembrei daquele meu laranja da ANAFELI, aí comparei.

COMPARACAO-laranjajellyMHeANAFELI

Nem são parecidos, ahuuaha. O ANAFELI é bem mais intenso e escuro. Uma pena, mas o Caju continua sendo lindo.

MARIAHELENA-galo

Galo (1 camada) – Preto com shimmer prata pra homenagear o Atlético Mineiro, time de Belo Horizonte, que tem as cores preto e branco. Se tivessem colocado uns glitterzinhos brancos ia ficar louco. Ou o contrário (acho mais fácil): base branca com alguns pontinhos pretos. Pigmentadíssimo, mas precisa de um top coat pro shimmer aparecer um pouco, só um pouco, porque ele passa facinho por um pretinho simples. Postei com uma camada só pra mostrar que rola de usar, mas acho que dessa maneira falta brilho no esmalte.

MARIAHELENA-mate

Mate (2 camadas) – Em homenagem a Porto Alegre e à erva-mate, já que 80% da população gaúcha gosta de tomar chimarrão. Como eu sou uma gaúcha fajuta, faço parte dos 20% que não gostam, mas adoro esmalte verdinho e esse é lindo! Verde acinzentado, me lembrou o Dirty Sexy Money, mas mais amarelado. O brilho é ótimo e quase dá pra usar com uma camada só.

MARIAHELENA-vitoriaregia

Vitória Régia (1 camada) – Em homenagem a Manaus fizeram esse roxo-lilás-rosado, caracterizando a vitória-régia, planta aquática abundante na região amazônica. É bem pigmentado mesmo, mas acho que o resultado teria ficado melhor com 2 camadas, tenho a impressão de que os pigmentos não estão “firmes”, se em 6 meses esse esmalte não tiver mudado de cor eu volto a usar só pra fazer um post todinho dele. A cor é bonita, daquelas que chama atenção e varia mais pra roxo ou mais pra rosa, conforme a iluminação, mas tem cara de que não vai durar. Me lembrou o Linda da Ellen Gold (antes de desbotar).

Depois de algumas decepções com esmaltes da marca essa coleção veio pra se redimir comigo, hahaha. Gosto do cuidado das marcas em bolar as temáticas, me dá a impressão de que não estão interessados APENAS no meu dinheiro, mas querem também me conquistar, como PESSOA. Por isso gostei bastante dessa coleção. Cores, nomes, inspiração. E o principal: achei a fórmula muito melhor. Não que eles tenham mudado algo (ao menos não citaram), mas dessa vez me dei bem com os esmaltes. Alguns estavam meio grossinhos, mas no geral gostei bastante.

A única coisa que eu continuo não gostando é do preço (R$18 – baixou em relação ao lançamento da marca) e da tampinha emborrachada, tudo gruda nela, deixa um ar de sujeira.

A única cor que não me chamou muito a atenção foi a do Galo, mas com tantas outras cores bonitas nem sobrou tempo pra reclamar, só suspiros pra coleção. Os esmaltes são 3free, tem 3 ~bilhas~ metálicas e pincel achatado. Além do diferencial da logística reversa: a cada 5 frasquinhos devolvidos você ganha outro esmalte. Ah, sim, com exceção da linha permanente (só vermelhos e clarinho, blé) todas as cores são produzidas “com exclusividade”, 500 unidades de cada, então é correr pra comprar se fizer muita questão de algum.

Arara Azul, Mate e Vitória-régia foram meus favoritos. E os de vocês?

APRENDA A FAZER SUAS UNHAS EM CASA SEM USAR ALICATE!