Coleção Poison – Penélope Luz

24 de May, 2019 em Coleção Completa, Penélope Luz by Bianca de Neve

Essa coleção da Penélope Luz já tem mais de anoS que foi lançada, só restaram algumas cores – pela última vez em estoque – à venda no site da marca, mas não deixa de ser linda e as fotos estão feitas há muito tempo. Sim, gente, tentarei manter a frequência das postagens outra vez! 😀
Parece que com o passar do tempo eu fui gostando mais e mais desses esmaltes, preciso voltar a usar coisas incríveis nas unhas, mas a minha rotina mudou tanto, que não tenho conseguido apreciar toda a minha bela coleção.

São 10 esmaltes de efeito holográfico esparso, parecido com o efeito da a-England. A maioria das cores são bem pigmentadas, todos secam rápido e têm um brilho ótimo.

PENELOPELUZ-datura

Datura (1 camada): marrom alaranjado clarinho, uma coisa que puxa pro tom de pêssego. Essa cor não me orna, acho que me deixa com mão de velha, mas pelo que a Lu falou do pouco prisma, até que achei bastante forte! Infelizmente não consegui captar direito nas fotos, mas o prisma existe, sim. Aí está sem base.

PENELOPELUZ-mandrake

Mandrake (1 camada): nunca tive um holográfico marrom, justamente por ser uma cor de esmalte – cremosa – que não costumo gostar. Porém, ultimamente, tenho tido olhos benevolentes para essa cor, aí vem a excelentíssima Luciana e me faz um marrom holo desse *_* Não tem como não amar! Está aplicado sobre uma base comum, demorou um pouquinho a secar (pode ser culpa da base).

PENELOPELUZ-belladonna

Belladonna (2 camadas): no frasco o tom é mais vibrante e rosado, na unha seca roxo mais escuro, mais “sóbrio”, é um roxo bem roxo,  prisma igual do Mandrake. Não usei base sob ele.

PENELOPELUZ-veratrum

Veratrum (1 camada): um verde estilo o Dragon da a-England (preciso usar, postar ou vender o meu, ahahaha). É bem pigmentado, um verdão bem “puro”, tipo um verde folha/árvore.

PENELOPELUZ-cicuta

Cicuta (1 camada): poderia ter usado duas camadas para deixar um acabamento perfeito, mas uma só deu conta de cobrir as unhas. É um teal meio turquesa, pois não é azul puro. O prisma nessa cor é menos evidente, porém o tom é muito lindo! Tem cara de que vai manchar a alma e a reputação, mas não tive problemas, mesmo aplicando sem base. Já em unhas mais porosas e mãos secas acho que a coisa não fica tão fácil assim…

PENELOPELUZ-daphne

Daphne (2 camadas): apliquei direto na unha, sem base e de cara lembrei do Oasis da Jade, mas ele eh mais escuro e esverdeado, tem um tom de oliva mais proeminente que no jade, o legítimo chartreuse. (Deixa eu fazer um off-topic aqui pra dizer que depois de fazer um semestre de francês estou me achando A pessoa mais fluente na língua e acho digno demais saber pronunciar “chartreuse” direitinho, hauhaua.)

PENELOPELUZ-oleandro

Oleandro: eu já usei o Oleandro aqui, com apenas uma camada, mas não sei dizer se nesta foto está com uma ou duas. De todo modo, ele é pigmentado o suficiente para cobrir as unhas com perfeição em apenas uma camada. Um azul marinho, azulão! O prisma é mais esparso ainda que do Cicuta, mas a cor é tão linda que não chega a ser demérito. Usei Aqua Base.

Opium (2 camadas): no frasco não parece tão bonito, mas nas unhas nota-se que é um vermelho rosado, com um toque meio cereja. Uma camada cobre, mas eu passei a segunda para finalizar o acabamento de forma decente. Está sem base.

Desert Rose (2 camadas): um magenta bem bonito, nas unhas achei melhor do que no frasco. Vale ressaltar que tenho o meu já há alguns anos e continua da mesma tonalidade, sem desbotar. Apliquei sem base, também.

Hortense (3 camadas): é o mais ralinho da coleção e por ter a fórmula menos opaca e ser uma cor relativamente clara é o mais fácil de notar o prisma. Apliquei sobre Aqua Base e é uma cor incrível, nunca vou enjoar desse tom ♥

A maior vantagem é que são pigmentados, Lu me confidenciou que, talvez, eles sejam úteis pra carimbar, o prisma parece pouco nas fotos, mas não é tão pouco assim.

Tirei as fotos em luz artificial, pois é mais fácil de controlar a cor exata e também porque é difícil captar o prisma desses esmaltes, já que ele não é do tipo espalhafatoso. Algumas cores têm mais prisma que outras, sim, mas isso é culpa do pigmento, quanto mais escuro, mais difícil de enxergar. Nem por isso os esmaltes deixam de ser lindos. A fórmula também é ótima e eu tô com saudade de usar esmaltes da Penélope Luz, faz tempo que não passo nas unhas nenhuma das minhas belezinhas, haha ♥

Quem é sortuda e tem algum desses bonitos na coleção até hoje?