by Camila

Comprinhas em São Paulo: Sumirê

15 de July, 2010 in Dicas Úteis, Onde Comprar by Camila

A Sumirê foi a patrocinadora master da Aliança do Esmalte, pois bancaram o mais importante do encontrinho: as comidinhas! haha Quando eles se ofereceram para participar apoiando o evento, ficamos mega felizes, pois até então, só tínhamos apoio de marcas de cosméticos e outros mimos, mas de nenhuma perfumaria. O mais legal é que com esse apoio, pude conhecer a Renata, que foi quem ofereceu o patrocínio, adora esmaltes e ainda foi no evento checar se estávamos fazendo tudo direitinho haha Com esse apoio, pude conhecer também um pouco mais sobre a loja (da qual eu já era super cliente).

Como a gente sempre recebe e-mails, perguntas no Formspring e no Twitter sobre onde comprar esmaltes, nada melhor que falar no post sobre um pouco da loja e aproveitar pra ajudar essas almas perdidas! hehe

A Sumirê é uma mega rede de perfumarias, tem mais de 60 lojas espalhadas na capital de São Paulo, Grande São Paulo, interior e uma unidade em Pouso Alegre, MG. A que fica mais perto da minha casa é a Sumirê do bairro de Pinheiros. Lá, a gerente é a Priscila, que agora é minha amiga haha (podem ir lá e falar que eu indiquei, tá?).

Oi Priscila! Chegou mais Hits hoje?

Clique para continuar lendo →

Em busca de um lar: onde guardo meus esmaltes

31 de May, 2010 in Dicas Úteis, Geral, Retrospectiva by Bianca de Neve

Todo mundo que tem bastante esmalte tem o mesmo problema que eu: não ter um lugar adequado para guardar os malditos. Até os 400, ainda é fácil mantê-los em caixas bonitinhas e arrumadinhas, mas depois desse número, as caixas começam a incomodar, ocupar espaço, fica chato ter que fuçar em todas elas para encontrar o que precisa (isso se você for desorganizada).

Eu não gosto de deixar meus esmaltes deitados ou expostos. Deitados eles podem ficar bifásicos mais facilmente e expostos acumulam poeira rapidamente e eu detesto pó, me dá MUITA vontade de espirrar.

Vou contar todo meu processo até encontrar o lugar perfeito, HAHAHA.

Eu SEMPRE separei os esmaltes usados dos não usados, desde que eu tinha só 80 esmaltes e eles cabiam em uma caixa só. Os problemas só começaram a partir dessa quantidade mesmo, mais de uma caixa, já é incômodo. E a caixa que eu guardava, era uma caixa de sapato, de um tênis que eu tive. Usei ela por muito tempo.

O primeiro lar – foto de Julho/2009

Ela já estava em um estado deplorável, nem eu sabia mais o que havia sido usado ou não. Notem que a grande maioria dos esmaltes eram Risqué e Colorama. Felizmente agora é a Impala que domina minha vida, haehae.

Depois de assumir que essa caixa tava O caos, eu consegui outras caixas de sapato e comecei a usá-las, e deixei essa aí para guardar apenas os esmaltes já usados, que, até hoje, são em pouquíssima quantidade em comparação ao meu total.

Em Outubro/2009 a quantidade de caixas já havia se multiplicado bastante. E eu comecei a separar os esmaltes por usados/não usados e por marca. Antes eu ia guardando conforme o que comprava, numa tentativa de usar sempre os adquiridos menos recentemente.
Até hoje eu faço isso, nunca uso esmalte que recém comprei/ganhei, não consigo, hahaha. Ele tem que estar há, pelo menos, 1 mês em minhas mãos pra poder usar.

Puxadinhos do primeiro lar – foto de Outubro/2009

Clique para continuar lendo →

Fotografando o esmalte

20 de May, 2010 in Dicas Úteis by Bianca de Neve

Motivada pelos comentários no post Galeria de Esmaltes, resolvi fazer esse “guia” fotográfico. LÓGICO que não chego nem perto de um entusiasta da fotografia, eu só gosto de tirar algumas fotos, isso não quer dizer que eu CONSIGA o feito. Fotografar esmaltes é relativamente fácil, já que as duas coisas que importam em uma foto de “mão” são o foco e a fidelidade da cor, o resto é secundário.

Porém, mesmo secundário, não deixa de ser importante. Eu acho muito criativas as fotos em que meninas seguram maçãs, celulares, cadernos, etc, mas esses itens acabam distraindo e o que era pra ser principal (o esmalte), fica em segundo plano. Ressalto que esse post vai de acordo com as minhas preferências e eu só estou mostrando como faço, nada disso é regra e as minhas dicas não são absolutas (somente a Kamyllah o é).

Aqui no blog eu gosto de fotos simples, objetivas. Padronizadas só no dia que eu tiver TOC, ahahha. Vocês sempre vão ver as unhas em destaque, geralmente, com uma mão segurando o frasquinho do esmalte utilizado. Claro que não é regra, mas a base é sempre essa, afinal, o colar da Fernanda é lindo, mas o blog é sobre esmaltes.

Então, vamos às apresentações! Essa é a minha câmera:

Ooooi câmera da Bianca!

Clique para continuar lendo →

by Nanda

Troquinhas

15 de May, 2010 in Dicas Úteis by Nanda

A solução pra muitas meninas que desejam e não encontram determinadas marcas ou cores de esmalte é a tão comentada troquinha. A troquinha de esmaltes é famosa no Flickr, mas muita gente ainda desconhece, então resolvi fazer esse post pra contar um pouco da minha experiência e ajudar quem está a fim de conquistar novos vidrinhos.

Bom, acho que o nome já é meio que auto-explicativo, né? Você e outra louca (que tenha acesso aos esmaltes que tanto deseja) estabelecem um valor (R$) ou quantidade de esmaltes que cada uma vai enviar e pronto, tá dado o passo inicial.

Por exemplo, a leitora Fernanda M. entrou em contato comigo propondo uma troca, ela me mandaria Nyce e Lissa (ambas as marcas que não existem aqui em Maringá) em troca de Passe Nati.  Adorei a ideia e combinamos que cada uma compraria para a outra 10 esmaltes.

Algumas coisas são MUITO importantes na hora de combinar uma troca:

– Deixe claro quais marcas você deseja, assim como quais cores;

– Se não quiser cores específicas (ex. Marina, Tóquio), ao menos faça uma lista de cores que você gosta (ex. amo verde) e ODEIA (ex. não uso amarelo nem com reza);

– Marque uma data limite para o envio dos esmaltes;

– Peça o código de rastreio para acompanhar a encomenda;

– Anote o Twitter, Orkut, Flickr, Myspace RG e CPF da pessoa com quem vai fazer troca, qualquer coisa pública do tipo, assim você pode fazer um ESCÂNDALO se a pessoa não enviar seus esmaltes, rs;

– Procure referências.

Acho que isso é o básico para evitar possíveis frustrações, o resto é bom senso mesmo, do tipo não enviar esmaltes usados e tal, rs. Outra coisa bacana é o “elemento surpresa”, não se limite no número de esmaltes combinado ou envie algo inesperado e faça surpresa.

Esmaltes que enviei

Capriche na escolha dos esmaltes, da caixinha, na cartinha, em tudo, ou você vai passar vergonha, falo isso por experiência própria, viu? Escolhi com maior carinho os esmaltes que ia mandar para a Fernanda M., mas os embalei sem muito capricho, escrevi um RECADO e coloquei tudo dentro de uma caixa de papelão reaproveitada e embalada com papel pardo.  Não foi por má vontade, foi por falta de desconfiómetro mesmo. Daí que chegou a caixa que ela me mandou e olha isso:

Caixinha que recebi da Fernanda M.

Tipos, quase chorei de vergonha, ela lá no RS com uma caixa feia de papelão e um RECADO, e eu aqui no PR com essa caixa linda de flor (amo flor), os esmaltes embrulhados maravilhosamente e uma CARTINHA. Minha vontade foi de montar outra caixa pra ela na hora, pra agradecer o carinho e a preocupação, fofa né?

Daí que ela me os Nyces e Lissas que combinamos e como “elemento surpresa” um REVLON! Oi?

Jo, Aisha, Love, Lina, Aziza, Amira e Naia | Dana, Sacha e Wine With Everything

Fernanda querida, só vou fazer trocas com você! Hahaha

É muito legal abrir a caixa e ir desembalando os esmaltes que você tanto queria, super recomendo a prática da troca de esmaltes. Mas tem que tomar cuidado, muitas meninas já se deram mal em troquinhas, preste atenção ok?

Bom, pensei em usar os comentários desse post como referência para trocas, o que acham? Quem estiver a fim de fazer troquinhas deixa nos comentários quais esmaltes você encontra em sua cidade, quais você procura e o contato, tipo assim:

Encontro – Passe Nati, Drika, Big Universo…

Procuro – Max Beauty, Guga, Impala…

Contato – blabla@blabla.com | @bláblá

Espero ter ajudado alguém.

:*