Rosa Chiclé – QTock

August 1, 2017 in Geral, QTock

Saudades da época em que encontrar um vidrinho de cada marca de esmalte existente no Brasil (e no mundo!) era motivo de gritinhos.

Agora eu tenho um monte de esmalte que dá até pra considerar ~relíquia~ já que mil marcas surgiram e outras mil e quinhentas sumiram do mercado. Uma delas é a QTock. Faz teeeempo que não vejo mais pra vender aqui em São Paulo. Vocês ainda encontram? Esse com certeza veio de algum rolezinho dos esmaltes, que eu fazia muito com as migues dos demais blogs de esmaltes existentes. #sdds

Desenterrei esse Rosa Chiclé, que já está vencido, mas a fórmula continua muito boa.

LPE-qtoqrosa

Clique para continuar lendo →

Começa tudo com R

May 15, 2017 in Revlon, Risqué

Apesar das últimas postagens terem sido apenas da Camila, resolvi aparecer para provar minha existência. Sim! Ainda existo! Sim! Fiquei mais de mês sem tocar em esmaltes e felizmente NÃO, não desaprendi a fazer as unhas. Provarei nas fotos abaixo, hahah.

Bom, os nomes dos esmaltes são aleatórios, mas as cores (roxo e rosa) e as marcas (Risqué e Revlon) pertencem ao clã R e é por aí que vamos começar porque eu tô meio perdida e não sei bem o que mais posso escrever pra continuar mantendo vocês entretidas e interessadas.

RISQUE-elefantecoloridoquecor

Clique para continuar lendo →

Havaí – Cyllio

March 17, 2017 in Cyllio, Geral

Desenterrei um esmalte aqui da Cyllio que tava parado na coleção. O Havaí, apesar de estar com aquele decantado feio no vidrinho, ainda está com a fórmula bem boa de usar.

esmalte cyllio rosa

Eu pensei que ele fazia parte da coleção Pelo Mundo, que tem esmaltes que levam nomes de várias cidades, mas revi o post e parece que o Havaí é de uma coleção aleatória.

Clique para continuar lendo →

Pés com Espelho Hipoalergênico – Impala

February 19, 2017 in Impala, Pés

O Espelho na versão hipoalergênica é um esmalte bem antigo, foi lançado junto com a coleção Balneários, lááá em 2009, quando as opções para as alérgicas ainda eram bem escassas.

Lembro dos esmaltes custarem entre 8 e 12 reais, valores considerados surreais para pagar em um esmalte, especialmente de uma marca nacional como a Impala, cujos esmaltes custavam na média de R$1,65 (é, eu lembro).

Além do preço ser uns 400% mais caro que o usual, havia o agravante das tonalidades não serem exatamente as mesmas. Só anos depois fui descobrir que a retirada dos ingredientes mais tóxicos dos esmaltes faz com que a percepção das cores não seja a mesma. É por isso que até marcas gringas não conseguem manter a cor exatamente igual em lotes diferentes com o passar dos anos; praticamente todas elas passaram por mudanças em suas fórmulas e tudo isso afeta bastante o resultado final dos pigmentos e corantes utilizados.

PES-IMPALAHIPOALERGENICO-espelho

Apesar de velhinho, o esmalte ainda está muito bom! Cobriu as unhas com apenas uma camada, secou rápido e etc. Só que ele é muito mais rosado que o Espelho “original”. Tenho uma foto do Espelho tóxico aqui, e ele puxa pra um coral avermelhado desbotado. O Espelho hipo é apenas rosinha, muito delicadinho e eu gostava mais dele antes de ter usado nos pés, hahah.

Clique para continuar lendo →