Canoa – Impala

24 de January, 2010 in Impala, Nail Art by Bianca de Neve

Como eu sou cagona medrosa, acabei nem dormindo no dia anterior ao meu vôo (eu gosto de acento, tá?). Não que eu fosse conseguir dormir muito, porque o avião decolava às 6h, mas acabei ficando acordada, já que a frescura tensão não me permitia relaxar, hahhha.

Aí destruí o esmalte anterior e lá pelas 3h da manhã resolvi pintar as unhas com um dos esmaltes que não estavam na minha malinha esmaltística.

O escolhido foi o Canoa, mas eu mantive a unha do anelar do outro esmalte. Quando cheguei ao meu destino, passei o Matt Plus por cima do anelar azul para mostrar à minha prima. Ela amou e eu dei minha cobertura matte pra ela.

E só depois disso eu fotografei, até que eu gostei. 😀

2 camadas de Canoa – Impala; anelar = esmalte secreto, heaahehe

O Canoa é daqueles esmaltes gostosos de passar, com a consistência ideal. Eu ia passar uma camada apenas, por pura preguiça, mas resolvi fazer bonitinho e ficou perfeito com duas. Há muito tempo o esmalte não enchia de bolinha e nem passei top coat. Aliás, tenho abolido ele das minhas esmaltadas, porque só tem me causado problemas (bolinhas, riscos, borrões).

Pra mim é um tom de vermelho desbotado, mas nem por isso é feio. Achei super digno e fazia tempo que não usava vermelho, incrível que o namorado nem reclamou! (ele não gosta de vermelho)

Pra ser sincera, tô louca pra que o mês acabe, não aguento mais usar Impala, ainda mais depois de ter passado na Panvel e comprado uns esmaltes. Acho que nunca mais aceito desafios esmaltísticos que exijam mais de um esmalte! hahaha

Preto + branco = azul

23 de January, 2010 in Impala by Bianca de Neve

Bom, resolvi mostrar meu esmalte de 500 anos atrás. Logo que tirei o Azul Cobalto pensei em passar o Marina (é, ainda tô no Desafio Impalístico), mas aí a Fernanda falou “aaaai de novo azuuuul?!”. Daí desisti de passar um azul, quase passei o Aleixo e quase combinei o Jackie com um outro esmalte. Mas quando vi isso aqui, não pensei duas vezes!

Preto + branco = azul

É, o esmalte de baixo é PRETO e o de cima é, pelo menos em teoria, branco. Passei uma camada de cada porque o Preto da Impala, cobre a unha MUITO bem e nem é ruim de tirar, viu? Sai mais fácil que muito vermelho por aí. Mas o “branco” que passei por cima tem um brilhinho diferente, é o Neném!

Esmaltes usados para chegar ao azul

Eu lembro que vocês ficaram rindo da minha cara pelos branquinhos que eu tenho e ainda riram do nome do esmalte, mas ta aí o motivo de eu ter comprado ele. Ele faz mágica com os esmaltes, HAHAHA. É tipo um Juquey da vida, só que com brilhinho azul. MUITO azul, eu diria.

Esse ia ser o esmalte que usaria para viajar, mas na última hora tirei tudo e troquei. Mas esse eu mostro em outro post 😀

É aquele esmalte must have; não serve pra usar sozinho porque não tem cor, só brilho, mas deixa qualquer esmalte mais “simpático”.

Beijos meninas, qualquer dia eu volto (se não estiver muito ocupada nas minhas férias, HAHAHA).

Novas Coleções da Impala e Risqué

18 de January, 2010 in Impala, Risqué by Bianca de Neve

Ontem e hoje rolou o maior bafafá sobre os esmaltes que foram lançados no São Paulo Fashion Week. Eu realmente não ligo pra essas semanas da moda e tal, não faz meu tipo, mas se fala sobre esmalte, eu também quero saber 😀

Todo mundo já postou sobre as novas cores, eu já vi a MESMA foto em 765 Flickrs diferentes e se amanhã eu ver mais alguém falando da “nova” coleção da Risqué/Impala, eu juro que eu mato. Mas isso não vai acontecer, porque amanhã não vou estar aqui 😀

Bom, eis as minhas considerações sobre as cores que aparecem nas FOTOS.


Foto do GE

Serão 5 cores (laranja – na foto parece vermelho -, verde, amarelo, rosa e roxo) lançadas pela Impala na linha chamada Mattefluors. Não sei o nome das cores, mas adorei o roxo e o rosa e o amarelo vai servir para substituir o Verde Limão Fluorescente da La Pogee.

UPDATE: O nome das cores são Tech, Spirit, Fluors, Shock e Club, respectivamente à foto. Vi no Girly Diary.

A primeira coisa que pensei ao ver o nome foi “Como assim matte?”. Porque né, todas nós, usuárias assíduas de esmalte neon sabemos que quando o esmalte tem essa pegada “luminosa”, ele fica fosco na unha. Mas um fosco feio, nada de efeito acetinado, efeito “perdeu o brilho limpando a casa”. E não gostamos. Se o matte desse esmalte for o mesmo que o Matt Plus deixa, eu vou achar fantástico! Mas duvido que seja isso.

E porra, precisava lançar láá em Fevereiro? O Carnaval vai acabar e só vai ter disponível à venda na 25 de Março, em São Paulo. Aliás, aqui não chegou até hoje a linha Deusas (Gloss) e nem os glitters holográficos da coleção Acqua. Esses aí vão demorar quanto tempo? Isso se vier todas as cores, porque vai entender esses lojistas/representantes…

Mancada não terem lançado em Dezembro pra todo mundo usar no Carnaval! Pelo menos não lançaram um nude, que nem a Risqué…

Por que, Risqué, por que você insiste em lançar um esmalte cor de dedo e um vermelho/rosa em TODAS as suas coleções?

O nome das cores são Cítrico Nude, Pedra Granada, Turmalina, Topázio Púrpura, Diamante Roxo e Lapis Lazulli. O nome dessa coleção é Jóias Místicas e à primeira olhada não me chamou a mínima atenção. Mas aí fui olhando bem e amei os roxinhos.

Três cores são foscas, 2 cremosas e uma metálica. Não tenho a mínima ideia de qual é qual, só sabe-se que o azul é um dos foscos. Logo, descartado da lista. Não gosto de azul cremoso mattificado e se quiser, eu uso um Colorama ou o Azul Cobalto (parece ser idêntico), que usei esses dias, e passo o Matt Plus por cima.

Tô achando que o Turmalina é o metálico. Se for, espero que não seja parecido com o Roxo Metálico, da linha Artística da Colorama. E, pra variar, só vai começar a ser comercializada lá por Março. O que não me deixa irritada, porque Risqué chega aqui no dia seguinte ao lançamento.

Só falta a Colorama dar o ar de sua graça. E esperança é a última que morre. Eu espero mesmo, que junto com aquele nude horroroso (Cashmere), eles lancem vários cores lindas em tom pastel.

Mas deixa eu parar de reclamar, pelo menos as grandes marcas brasileiras estão tentando, não estão? 🙂
Então tentem fazer esmalte em tom pastel! >_<

Azul Cobalto – Impala

14 de January, 2010 in Impala by Bianca de Neve

Eu já sabia da fama dele, mas mesmo assim, resolvi ignorar os avisos e passei o Azul Cobalto, o esmalte que mais mancha os dedos do Brasil! Claro que tomei algumas providências como visionária que sou: praticamente passei base no dedo todo, não só nas unhas, prevendo a dificuldade que eu teria para limpar os excessos.

UMA camada de Azul Cobalto – Impala

Bendita hora que fui seguir o conselho da Aninha em usar o Azul Cobalto. A cor é linda! Eu, que sempre gostei de esmalte azul, ainda não consegui entender como não usei esse esmalte antes! Na foto ele tá com uma camada apenas. Uma porque cobriu bem e, principalmente, porque fiquei com MUITO medo de não conseguir tirar os excessos! HAAHAH Comecei a limpar os excessos do dedão. Até que contornei direitinho sem estragar o esmalte mas e a voltinha do dedo azulada? A base contornando o dedo não adiantou nada! 🙁 Tá certo que meu sangue é nobre, azul (coisa de gremista, sabe?), mas a minha pele, NÃO! Aí me caguei e decidi esperar. Aí o esmalte foi secando, secando.. quando eu vi isso:

SACARAM?

Clique para continuar lendo →

Glitters da Impala

12 de January, 2010 in Impala by Bianca de Neve

Depois do post sobre a coleção de esmaltes da Impala, a Larissa também pediu pra eu fazer uma comparaçãozinha, mas dessa vez entre os glitters da Impala. Eu só tenho 3 (4, na verdade, mas veio depois do post ^^). São aqueles glitters com menos cara de glitter que existe, hahaah.

Cris, Rouge e Constanza

O único que parece esmalte e não só glitter é o Constanza. Ele cobre bem a unha, mas é meio chatinho de passar, mancha um pouco se você for usar sozinho.

2 camadas Cris, 2 camadas Rouge e 2 camadas Constanza (enquadramento, CADÊ?)

Como dá pra ver na foto, o Constanza é o que tem os brilhinhos em menor quantidade, são quase imperceptíveis. Acho que é porque ele tem mais “cor” que os outros. O brilho dos três é igual, o que muda é a cor base.

Pra quem gosta de clarinho, o Cris é bom pra usar sozinho. Não é tão rosa e brilha sem ficar absurdamente holográfico, hahha.

Acho o Rouge feio para usar sozinho, só fica bom por cima de outro esmalte. Inclusive branco corretivo. 😀

E o Constanza brilha quase nada, heahha, parece um esmalte rosinha normal. Mas as “bolinhas” na unha são os glitters.

Ao contrário da linha Gloss, esses têm aquela textura de glitter, mas nada muito áspero, que pegue no cabelo. E se incomodar muito, é só passar um top coat que a sensação diminui. ^^

E eu continuo fiel ao Desafio Impalístico! Tô devendo o post do que eu estou usando, essa semana ainda coloco aqui. Aceito sugestões de cores e/ou combinações, mas só de Impala, hein?