Holiday – Panvel

20 de January, 2010 in Panvel, Pés by Nanda

Tenho uma proposta: vamos fazer as pazes com nossos pés?

Pé não é uma coisa que nasceu pra ser bonita, o pé nasceu essencialmente e especificamente para a locomoção humana. O pobre agüenta seu peso o dia todo e ainda te leva por caminhos desconhecidos, mesmo assim você o esconde dentro de sapatos fechados, castigando-o, e o julga feio. Reservamos a eles os esmaltes clarinhos, não é? Já que chamam menos a atenção no caso de usarmos chinelos.

Bom, acho que está na hora de darmos um basta nisso, rs. Proponho que todas usem um esmalte abusado nos pés e que aproveite o verão pra desfilar os pobrezinhos em chinelos, rasteirinhas e sandálias.

Eu, Fernanda, nunca tive uma relação de ódio com meus queridos, mas também não saio fotografando o coitado do mesmo jeito que não fotografo só meu nariz. Então, o desafio maior aqui é pra mim mesma (e pra Bianca), pois além de andar por aí com eles à mostra, vou fotografá-los e mostrar o esmalte da vez dos pés. Assim, terei mais cores para mostrar aqui no blog e também, vejo se consigo arrancar de vocês, queridas leitoras, umas fotos de pés. Aliás, nem preciso de foto, só de vocês comentarem sobre alguma evolução eu já fico feliz.

E pra começar bem essa nova fase (hehe), escolhi um esmalte da Panvel para as unhas dos pés:

Holiday – Panvel

Usei duas camadas do Holiday da Panvel. A cor é perfeita, é um vermelho puxado pro rosa com uma coisa de laranja, entendeu (haha)? Resumindo, é um vermelhinho lindo.

Esse foi meu primeiro esmalte da Panvel, e estou super feliz com a qualidade do produto. As embalagens são lindas com 8ml cada, a variedade de cores é grande até, eu que não encontrei muitos, e a aplicação é super fácil, o esmalte “desliza” que é uma beleza. Pena que as Farmácias Panvel só existem em SC e RS, mas dá pra fazer compras pelo site.

Meninas, assim como vocês eu tenho interesse em outras coisas que não seja esmaltes, esmalte não é meu único vício. Outra coisa que sou apaixonada, entre várias, é literatura. Então, resolvi colocar aqui pra vocês um trecho do texto “Carta para meus pés”  da Silmara Franco, onde ela nos conta sobre a evolução de sua relação com os pezinhos.

“Hoje, metidos nas rasteirinhas abertíssimas que surpreenderiam o ex-namorado, ou mesmo nas botas de bico arredondado e quase sem salto que lhes dou de presente, vocês parecem muito mais felizes. Metade dos meus cremes são para vocês. Vocês passeiam descalços, até mais do que deveriam. Aos trinta e nove anos, pintei suas unhas de vermelho – fato inédito e histórico – e vocês vibraram.”

Pra quem quiser ler o texto todo (vale a pena), deixo o link pra vocês.

Beijinhos.