Club – Impala

8 de February, 2010 em Impala by Nanda

Quem aí já está cansada de ver e ler sobre a coleção Mattefluors ergue a mão!

Espero que ninguém esteja porque eu não ligo consigo para de olhar para os meus bonitinhos e provavelmente eu use TODOS antes de pensar em outras cores, então vocês vão ter que me agüentar, rs.

Quem me acompanha ou acompanha o blog no twitter viu na sexta-feira a minha alegria por ter recebido da Impala um kit com as 5 cores da coleção (Shock, Spirit, Fluors, Tech e Club), um chaveiro lindíssimo e um recado, tudo dentro de uma bolsinha fofa.

De cara surtei pelo Club, mas fiquei MUITO tentada a usar o Fluors, só que em uma conversa por msn, a Camila disse o quanto desejava um verde-amarelo-limão, daí eu pensei que não pagaria uma de cabaça pra cima da nova integrante do blog, deixaria ela usar primeiro, mas isso só agora que está no começo. Assim optei pelo Club.

Coisamaislindadomundo, teusointeirinho!

Quem gosta de roxo vai delirar com essa cor , usei só 2 camadas e a cobertura foi ótima. Outro detalhe importantíssimo é o tempo de secagem, muiiiito rápido.

O roxo do Club é puxado para o violeta, não tem nada a ver com o Obsessão, não se parece com o Noite Quente da Colorama e não quis ser Purple da Eyeko, é único e pronto. Só que, tcharam, ele não é neon. Confesso que pra mim não foi surpresa, acho difícil existir roxo e até azul que seja neon, é só lembrar das canetinhas marca-texto, não existia na cor roxa e a azul era horrível. Pra mim, o tom fluor só é possível com rosa, amarelo, laranja e verde.

Cor mais próxima à real.

Quando a Impala lançou essa coleção, todo mundo ficou desconfiado e até descontente com o efeito matte, leia-se fosco, dos esmaltes. Desconfiado porque os esmaltes fluor já são por natureza semi-foscos, e descontente porque a preferência ainda é por extra-brilho.

Eu diria que o fosco dessa coleção, ao menos o do Club, fica no meio termo entre o fosco dos fluors e o fosco causado por um top coat matte. Não é feioso como o embaçado dos fluors e não é tão matte como os top coats com efeito fosco. Eu particularmente AMEI, e não tive coragem de usar um extra-brilho nem pra mostrar a diferença para vocês. Só que, detalhe importante, com o passar dos dias o efeito matte vai embora, o fosco fica “gasto” e ganha brilho.

Coleção aprovadíssima, a Impala está de parabéns pelo lançamento.

Eu sei que muita gente ainda não teve acesso aos lançamentos e que vão demorar muito pra ter, eu mesmo se não tivesse ganhado ia demorar anos pra encontrar aqui na minha cidade. Pra quem quer ir matando a vontade, a Camila mostrou aqui algumas opções para substituição, já aviso que são similares e não irmãos gêmeos.

E como eu adoro provocar agradar vocês, deixo no ar que provavelmente ainda essa semana role algo bem legal aqui no blog ligado à coleção Mattefluors. Falei demais? Ops! Tchau, tchau.