Marina – Impala

26 de January, 2010 em Impala by Nanda

Sábado acordei decidida, minhas unhas ficariam curtérrimas e azuis. E pela primeira vez na vida eu fiz o programado, não mudei de idéia e não passei vontade de outras cores.

Eu sempre lixo minhas unhas o mais curto possível e vou deixando crescer, quando me irrito lixo de novo, ou seja, isso não acontece toda semana. Desse jeito é mais prático, já que a coisa que mais odeio é lixar as unhas, arg. Só que elas estavam muito grandes (a meu ver) e eu as queria muiiiito curtas, então, cortei tudo, meti o cortador de unhas. Para algumas de vocês isso é um crime, pra mim foi um alívio.

Enfim, com as unhas cortadas e a cutícula não tirada (to tentando parar, mas é difícil de mais), escolhi o azul mais lindinho da minha caixa:

Marina – Impala

Eu quase chorei que a coleção Acqua da Impala não chegava nunca aqui no interiorrr do Paraná, pois queria muito o Sereia. Quando chegou, usei o Sereia e não gostei, daí desencanei do restante da coleção. Que horror, né? Como alguém desencana do Marina? Pois é, mas agora, meses depois usei o dito cujo e estou encantada.

O Marina é o azulzinho mais lindo que já vi, ele é o azul claro daquela caixa de lápis de cor de só 12 cores que você tinha no jardim da infância, lembrou? É a cor do céu no dia mais lindo do ano. Tá, chega de frescura, a cor é foda. Usei 3 camadas, pois o esmalte é muito ralinho, mas como secou rápido não me incomodei. Não precisei de Top Coat, já que não deu bolinha e o esmalte já é super brilhoso.

Foto no sol

Já tinha encontrado o meu verdinho do coração, agora encontrei o azulzinho também. Pras meninas que não conseguem sair dos clarinhos e vermelhos, acho que o Marina é uma boa pedida de ousadia, sério, experimentem que vocês vão adorar.

Bom, de 5 em 5 minutos eu olho para minhas mãos, então, se essa semana eu não atualizar mais o blog é porque não tive coragem de tirar o Marina, ok? Mentira! Eu volto, sempre volto.

Obs.: O livro que aparece nas fotos é a cara de vocês, e a minha também, rs.

UPDATE

Pra que por o nome do livro, Fernanda? rs

Meninas, o livro é da Martha Medeiros e se chama “Doidas e Santas”, é uma coletânea de crônicas. A Martha é ótima, pra quem não quiser comprar o livro ela tem um blog, aqui ó!

Beijos

APRENDA A FAZER SUAS UNHAS EM CASA SEM USAR ALICATE!