Talismã: o esmalte para quem tem sorte

6 de May, 2011 em Geral by Camila

Tenho um esmalte da marca Talismã desde o ano passado, mas nunca usei. Foi comprado na região da 25 de março, aqui em São Paulo e custou uns 50 centavos, se não me engano. Só há um rótulo no esmalte, com o nome da marca, data de validade e um símbolo de trevo de quatro folhas. Não há nome do esmalte, nenhuma informação sobre composição ou fabricantes. Nadica.
O esmalte é um verde claro neon, bem forte, lembra o Caipirinha da Hits, só acho o Caipirinha um pouquinho mais claro e amarelado que esse. Fazia tempo que eu não usava esmalte neon e me esqueci de quão difíceis eles são para aparecer nas fotos. Eu super alterei a minha foto no computador, com a intenção de realçar a cor do esmalte e, mesmo assim, não ficou completamente fiel. A cor da minha mão não é essa, antes que alguém comece a reclamar de algo. Só pra vocês terem uma ideia, a foto original que tirei deixou esse esmalte da mesma cor que o Oriental Jade, um verdinho pastel. Absurdo, né?

Amassadinho no mindinho. Também, 4 camadas demoram pra secar ¬¬

Tive que passar QUATRO camadas até ficar sem nenhuma mancha. O pior é que terminei de pintar e só depois percebi aquele monte de pontinhos pretos no esmalte. Um horror. Confesso que amei a cor, mas não vale a pena comprar, nem ganhar esse esmalte huaha Muito ruim.

E por que depois dessa desgraça toda, é um esmalte para quem tem sorte? Por causa do trevo no rótulo?
Não. Porque pra você usar um esmalte de menos de um real, comprado no centro de São Paulo, sem nenhuma identificação de procedência e não ter nenhuma pereba ou desenvolver um sexto dedo, só tendo muita sorte na vida mesmo.

Não ganhou selinho LPE de qualidade.

APRENDA A FAZER SUAS UNHAS EM CASA SEM USAR ALICATE!