História de uma Louca Por Esmalte

27 de August, 2011 em Geral by Bianca de Neve

Eu estava fazendo o post com as fotos das relíquias das leitoras, quando me deparei com o e-mail da Cinthia.

Ela escreveu um texto longo e a foto não era exatamente o que eu esperava, mas achei tão divertida a história dela com os esmaltes, que resolvi publicar aqui, porque sei como é legal termos esses momentos nostálgicos. Como bem disse a Lu, para nós, um esmalte não é apenas um “acessório” de beleza, ele têm um significado e toda uma energia relacionada a ele.
Não é à toa que eu já mandei embora esmaltes de certas marcas aí em momentos de fúria, hahaha.

Então, segue abaixo o e-mail da Cinthia Carreiro.

Eu sempre gostei de esmaltes, principalmente os mais diferentes (e mais principalmente ainda os azuis) e sempre fui minha própria manicure, desde os meus 11 ou 12 anos. No início saía uma porcaria, mas eu fui me aperfeiçoando com o tempo.

Meu primeiro esmalte azul foi minha mãe que me deu, na época que existiam as Lojas Brasileiras (alguém lembra? era tipo as Americanas…). Quando as LB encerraram suas atividades (faliu mesmo…), ela vendeu tudo a preço de banana aí minha mãe comprou alguns esmaltes, inclusive um azul e me deu, sabendo que eu iria gostar. Eu não lembro bem a marca, mas eu acho que era um Impala.

Numa época que transgredir era usar esmalte vermelho, o esmalte azul (na verdade era meio lilás) causava estranheza, ainda mais que quem o portava era eu – pessoa discreta, quatro-olhos e CDF (ou Nerd, como queiram)!

Quando minha mãe chegou com o vidrinho em casa, ela falou: “Pena que eu não o encontrei antes do seu aniversário de 15 anos…”. Explico: minha festa, em 1995, foi azul, numa época que TODAS as meninas escolhiam o rosa, no máximo um lilás… É, eu sempre gostei dessa “cor de menino”: meu quarto era azul, a maioria das minhas roupas, azuis… pena que os meus olhos não são azuis :/

Era engraçado ver as pessoas olhando minhas unhas… Minha tia falava que eu extravasava nas unhas… Roupas discretas, pessoa discreta, unhas chamativas!

Mas como era difícil achar um esmalte azul! O vidrinho acabou e eu não achava mais nenhum esmaltezinho sequer! O que eu fiz? Estourei uma caneta Bic num esmalte branquinho e fiz o meu azul!! Nossa… que lambança! Para limpar a unha foi um horror, mas eu estava mega feliz com o MEU esmalte azul!!

Nessa época foi ficando mais popular o “Café com Rebu”, que eu usei bastante, mas o meu coração batia mais forte por um azul… Aí, numa dessas peregrinações atrás de um, encontrei um azulão cintilante, que não lembro a marca, lindão (tá bom… tem gente que torce o nariz, mas para mim esmalte azul é LINDO! De todos os tons e coberturas!).

Fuçando as minhas fotos antigas aqui no meu PC, encontrei essa foto aí em baixo. Eu sei que a foto tá zuada, mas compreendam… é uma foto de 1997, na época em que as máquinas eram de filme… aí tinha que escanear e tal… e ficava essa coisa aí…

Enfim, hoje sou uma Balzaquiana, Engenheira Química e de Segurança do Trabalho, ainda quatro olhos (e ainda considerada Nerd). Passei por alguns percalços na vida (que não conto pq daria páginas), mas estou feliz com meu namorado (vamos casar ano que vem!) e com emprego novo (acabei de passar num concurso para docentes no IFRJ).

E advinha? Continuando usando esmalte azul!! E roxo, lilás, verde, coral… Só não uso branquinho e rosinha… acho muito sem-graça! Nem no meu casamento estou pensando em usar essas cores blé… rsrsrs

Bem, eu me estendi um pouquinho, mas eu fiquei empolgada com essa minha foto antiga e resolvi compartilhar com vcs.

Pois é, eu já sou uma LPE antes mesmo de existir a internet!!! Hahahahaha

Bjins

E aqui a foto da Cinthia.

Meu amor eterno para todas as pessoas que acham que azul é a cor de esmalte mais linda. ♥
E depois quero uma foto do dia do casamento. Vai usar esmalte azul, né? ;*