Tropical – Risqué

25 de June, 2014 em Risqué by Bianca de Neve

Ainda seguindo na onda de raridades (eufemismo pra velharia) dessa vez peguei um dos meus esmaltes nacionais mais antigos. O mais antigo de todos é o Acqua Neon da Colorama, que venceu em 2004, mas esse Risqué que vou mostrar hoje veio parar na minha coleção em 2010, tendo vencido em 2007.

Nem sabia da existência do esmalte até encontrar nas coisas da minha avó (!), que nunca usou, claro, porque o esmalte é amarelo e ela só usa vermelho (quando usa).

RISQUE-tropical

O Tropical foi lançado em 2003, talvez algumas de vocês tenham conhecido ele, fazia parte da coleção O Brasil está na Moda, que tem um pouco a ver com os últimos lançamentos da Risqué, né? Cheio de temáticas ~nacionais. Mas na época a marca era bem menos ousada, então essa coleção só tinha cores nhé. NÃO SEI COMO enfiaram um amarelo no meio de branquinho e rosinha, mas achei exótico, ahhaha.

Aliás, a cor desse esmalte é exótica mesmo, não tenho nada parecido =O

Ele é amarelo, mas tem um pezinho no verde. Em iluminação artificial o tom esverdeado é mais notável, em luz natural ele fica mais amarelinho. A fórmula é chatinha como da maioria dos amarelos, mas por ser tão antigo e estar no finzinho até que me dei bem. Estava grosso e precisei usar um pouco de diluente para passar a segunda camada, mas como o pincel mal alcançava o fundo do frasco era difícil dosar a quantidade, então acabei passando camadas grossas pra evitar falhas e ficar sem esmalte antes de pintar as 10 unhas. O maior empecilho foi esse, porque em relação à fórmula achei melhor que dos Risqué mais recentes =O

RISQUE-tropical2

Tirei as fotos com o esmalte puro, sem top coat, até me surpreendi com o brilho. Mas aí fui acometida pela maldição do esmalte velho: o bonito estava tão senil que esqueceu de secar, acordei no dia seguinte com uma nail art de lençol terrível e milhões de bolinhas. Passei um top coat, mas nem ele deu jeito e fui obrigada a tirá-lo.

Queria usar de novo, mas não sei se tem esmalte o suficiente dentro do frasco, huahua. E não tenho nenhum outro amarelo igual, nem no meio dos meus importados  :chuif:

Falaí, cês não ficaram chocadas de ver que há uns 10 anos a Risqué já tinha lançado um amarelo esquisito E que além de tudo é de um tom único?!