Porque eu amo o Seche Vite

23 de April, 2015 em Seche, Top Coat by Bianca de Neve

Desde que fiz aquele post sobre a diferença entre extrabrilho e top coat tenho vontade de falar mais sobre os top coats que uso. Só que eu nem uso tanto top coat assim, e sem testar fica difícil ter o que falar. Na época em que comprei meu primeiro frasco de Seche Vite eu não usava top coat nunca, comprei de tanto que falavam que era maravilhoso. Quando chegou, passei por cima de um combinação esmalte cremoso + glitter (acho que era um Top Beauty Ultimate 3D) e choquei quando a unha ficou lisinha. Desde então declarei amor eterno ao Vitinho.

SECHEvite

O Seche Vite tem três características principais que foi o que fizeram eu adorá-lo, são elas: efeito vitrificado, mesmo sobre glitters; secagem ultrarrápida do esmalte (1~3 minutos) e disfarce das bolinhas. Essas são as três coisas que eu AMO no Seche Vite, especialmente a parte das bolinhas, pois eu não costumo usar top coat em todas as esmaltações, só quando “preciso”, e sumir com as bolinhas da unha é maravilhoso *_*
Ah, claro, também tem o aumento da durabilidade, mas eu nunca levo isso em conta, já que é a parte que mais detesto, porque essa “fixação” tem um preço; fica bem mais difícil remover o esmalte com ele.

Porém, nem tudo é só amor, tem duas coisas chatas que o Seche Vite também faz e que odeio: encolher alguns esmaltes e engrossar muito rápido. A parte de engrossar não acontece muito comigo – só lá pelo final do frasco, o que acho normal -, mas muita gente reclama disso. Eu sou bem cuidadosa, não deixo ele aberto muito tempo, além disso, tenho o Seche Restore, que é o diluente próprio para o Seche (mas que também uso em todos os meus esmaltes que estão meio grossinhos, é um diluente como qualquer outro).

O pior mesmo é o encolhimento. Muita gente odiou e reclamou do top coat da Risqué, que ele encolhia todo o esmalte das laterais das unhas, tanto perto da cutícula quanto das pontas. Com o Seche Vite o caso se concentra mais nas pontas. Acontece mais com algumas marcas do que com outras, mas não tem muita regra; já passei no dia seguinte, já passei com esmalte molhado, com unha “envelopada”, com glitter, com esmalte “tóxico”, com esmalte 3free/4free/5free, etc. Quando o Seche tá a fim de zuar com a sua cara não há nada a fazer.

unha-com-bolinhaunha embolotada ~ao natural~

Daí aproveitei um dia que estava com bolinha nas unhas para fazer um teste. Eu sempre deixo em uso um top coat ~normal~ e o Seche Vite. O top coat ~normal~ é pra quando acho que o esmalte tem pouco brilho ou pra dar uma alisadinha em um glitter não muito saliente.
Mentira. A verdade é que o Seche Vite é ótimo, mas não é perfeito, tô sempre experimentando algum outro top coat pra ver se encontro algo melhor, a maioria é bem inferior, mas tenho alguma doença que me obriga a usar o produto até o fim, mesmo odiando-o (oi, roxinho da Ideal).

Aí experimentei passar primeiro o Patent Leather da China Glaze sobre a unha com bolinhas, já que é o extrabrilho que eu tenho usado. Não fez a mínima diferença. Alguns minutos depois passei o Seche Vite sobre a mesma unha e ta-da:

topcoats-bolinha-sembolinha

Vale ressaltar que meu frasco de Seche Vite estava no final, bem ruim de pegar uma quantidade decente e já meio grosso, mesmo assim consegui um resultado que me satisfizesse.
O Seche Vite não tira as bolinhas, ele só engana muito bem. A fórmula mais grossa e essa camada que ele cria sobre o esmalte disfarçam as malditas. Em esmaltes cintilantes o efeito não fica tão bom, você consegue a textura lisa, mas se olhar de pertinho, continua vendo as bolinhas.

Com os glitters também tenho o Vitinho como primeira escolha. Se com outros extrabrilhos são necessárias duas camadas para dar efeito liso, com o Seche uma só vai dar conta. E se precisar de duas do Seche, sei lá quantas seriam necessárias com outros top coats. Ele é mais grosso e isso acaba fazendo a diferença no resultado final.

Pra finalizar fiz uma lista de pontos positivos e pontos negativos do Seche Vite.

Prós:

  • secagem muito rápida (3 minutos no máximo)
  • efeito vitrificado (alisa até liquid sand – com muitas camadas, claro)
  • aumento da durabilidade do esmalte
  • disfarça as bolinhas

Contras:

  • pode encolher alguns esmaltes
  • tem tolueno
  • costuma engrossar da metade em diante
  • dificulta a remoção do esmalte, pois cria uma camada densa sobre a unha

Não vou entrar no mérito de valor ou da dificuldade de encontrar pra vender, minha ideia é focar na experiência com o produto e eu gosto muito dele! Claro que temos diversos nacionais similares, inclusive minha segunda escolha para top coat é o roxinho da Colorama. Mas quando de trata de secagem rápida e assassinato de bolinhas, o Seche Vite ainda é o favorito.

E vocês, já experimentaram? Tem algum top coat que considerem perfeito e que funcione em todas as ocasiões?

APRENDA A FAZER SUAS UNHAS EM CASA SEM USAR ALICATE!