Cadê o esmalte lindo que estava aqui?

13 de July, 2012 em Geral by Camila

Para quem tem muitos esmaltes (muitos= mais de 30 esmaltes e não é manicure) sabe como é triste pegar um da coleção e ver que ele tá todo esquisito. Esmaltes guardados durante muito tempo ou até mesmo aqueles que estão empacados nas prateleiras das perfumarias podem sofrer algumas alterações com o passar dos dias. Daí você pega o esmalte para passar e nem lembra mais da cara original dele, de tão diferente que ele ficou. #mistérios

Vale realçar que estou falando aqui sobre esmaltes que estão dentro do prazo de validade (a Bee já fez dois posts excelentes sobre esse assunto [aqui e aqui] e por isso vou pular ele nesse post), portanto, teoricamente ainda estão aptos a serem utilizados.

Chanel Esmalte Dior DecantadoNouvelle Vague (Chanel) e Nirvana (Dior). Foto: Bianca.

Muitas vezes já encontramos os esmaltes modificados no momento da compra, ainda mais por ficarem paradinhos lá, expostos pegando poeira. Algumas pessoas deixam de comprar só por eles estarem assim e não saberem que isso é normal.

Independente de ser esmalte nacional ou importado, todos sofrem algumas alterações com o tempo. Na primeira foto do post temos dois esmaltes de marcas caras e vocês podem ver como eles estão. Mas por que essas coisas acontecem?

Os esmaltes são tintas, e como toda tinta, é uma mistura heterogênea de vários componentes. São solventes, pigmentos, plastificantes, agentes de suspensão e outras tranqueiras. Como essa mistura não forma uma solução, o tempo faz com que aos poucos esses ingredientes acabem se separando e necessitem de um chacoalhão para voltarem ao normal. Até aí, tudo bem, é só sacudir, mas e quando não dá certo? Joga o esmalte fora?

Tenho uns 900 esmaltes e até hoje só joguei quatro esmaltes fora: três que secaram tanto que nem 5 litros de thinner salvariam (um Eyeko e dois Big Universo) e uma misturinha de esmalte preto com glitter que fiz e o negócio ficou branco e com cheiro de cola :oO: Esses realmente não tiveram jeito, mas, para outras situações a gente vê o que pode fazer. Vem comigo!

Os Decantados

Uma foto que vale mais que mil palavras: olha esse China Glaze nojento, parece água de poça com larvas de Aedes aegypti

China Glaze Decantado Esmalte CosmicPasse o esmalte e pegue dengue. Cosmic da China Glaze. Fotos: Bianca.

Ainda tem um clássico da Colorama que a Bianca mostrou há mil anos: o Dourado Metálico.

Esmaltes decantadosGlittershine Rainbow, Grace, Crêpes Suzi-Ette, Anja

  • Que isso? A definição de esmalte decantado: os componentes “pesados” da mistura ficam embaixo e os menos densos sobem, deixando essa “aguinha” na parte superior do vidrinho.
  • Por que isso acontece? Porque o esmalte fica muito tempo sem uso, sem ser movimentado e os componentes de densidades diferentes acabam se separando.
  • Dá pra usar? O que fazer? Sim, claro. Apesar da feiúra, é só dar uma boa sacudida no vidrinho até a cor voltar ao normal e usar depois de algumas horas (se passar na unha logo depois de sacudir, seu esmalte tenderá a formar bolinhas).
  • Curiosidades: Acontece em todas as marcas de esmalte, sejam nacionais ou importadas, umas mais, outras menos. Algumas marcas são campeãs e decantam super rápido, como os esmaltes da Hits. Bolinhas de aço comuns em esmaltes importados ajudam a retardar esse processo.

Os que mudam de cor

Os roxos ficam rosas e o vermelho vira qualquer outra coisa:

Esmaltes mudam corClub, Sou Poderosa, Fashion Color, Vermelho Tango

  • Que isso? Há algum tempo, a coleção Delícias de Verão da Hits só deu azar: três cores da coleção mudaram drasticamente de cor. De todo mundo: a minha, a da Fer, da Bee, a sua haha O Bíquini, o Gelatina e o Manacá viraram outros esmaltes. Na época, a Hits assumiu o problema com os pigmentos e retirou os esmaltes de circulação. No entanto, o problema nunca foi exclusivo da marca. Reparem na alteração mais bizarra: o Vermelho Tango da Ludurana que simplesmente desbotou completamente. Um dia foi vermelho, ficou laranja e achei que tava tudo bem, depois amarelou e agora tem cor de laranjada estragada. Nunca usei esse esmalte.
  • Por que isso acontece? Não tenho a menor ideia, mas provalmente é alguma instabilidade dos pigmentos utilizados, pigmento de qualidade ruim, vai saber.
  • Dá pra usar? O que fazer? Sim, dá pra usar, ainda mais se você não ficar com ódio da mudança e não jogar o esmalte na parede. Se o ódio for maior, o problema é mais grave. Basicamente compramos um esmalte só pela sua cor e se de repente ela se altera, significa que o produto não cumpriu o que prometeu, certo? Isso já é caso de reclamação com o fabricante e até mesmo devolução de $$. Apesar de eu ser uma consumidora mala exigente, eu nunca fui atrás de querer trocar esses esmaltes. Primeiro porque eu tenho muito esmalte pra ficar reparando se eles mudaram de cor, segundo porque eu até curti uma mudança ou outra. Mas se você quis morrer, vá atrás de seus direitos.
  • Curiosidades: Aparentemente esmaltes que levam pigmento roxo/azul/magenta na composição tendem a mudar de cor com mais facilidade, e isso independe da marca. Das mais famosas, já aconteceu com Impala, Hits e Big Universo. Das gringas, já vi o problema com Essie e China Glaze. Não conheço nenhum caso com Colorama e Risqué.

Os esbranquiçados

Esmaltes Esbranquiçados DecantadosJurerê, Orquídea, Ipê Roxo e Turmalina

  • Que isso? É o pigmento branco se separando dos outros componentes e acumulando no fundo do vidrinho.
  • Por que isso acontece? Esmaltes mais cremosos levam mais farinha de trigo pigmento branco na composição, como disse lindamente a Camies neste post. O pigmento branco é mais denso e acaba se separando mais facilmente dos outros.
  • Dá pra usar? O que fazer? Dá pra usar assim mesmo, também dá pra sacudir, mas dificilmente o esmalte voltará a ficar bonitinho. Só sacudir não costuma resolver, é preciso misturar o esmalte com algum utensílio e novamente as bolinhas de aço podem ajudar nesse caso, mas chuto que em 70% das vezes nada vai adiantar.
  • Curiosidades: As marcas que mais ficam com esse fundo esbranquiçado horrível são: Ana Hickmann, Avon, Panvel (pelo menos os desse vidrinho antigo). Tenho poucos Impala e Risqué assim. Esmaltes “aguados” não ficam esbranquiçados, justamente por causa daquele negócio de ter mais pigmento branco em esmaltes mais cremosos. Não tenho nenhum Colorama e nenhum importado com fundo branco :oO:

Os com sujeira

Esmaltes Pontos pretosBlueberries, Twiggy e Stambul

  • Que isso? Não sei até hoje haha Na verdade, com o Blueberries e mais um outro esmalte que não está na foto, eu percebi que esses pontinhos escuros eram pigmentos de cor mal dissolvidos. Reparei porque só joguei um pouco de acetona sobre um pontinho desse em cima de um papel e ele se desfez, mas o mesmo não aconteceu com os outros esmaltes. Já comprei o Blueberries vendo esses pontinhos, mas no caso do Twiggy e do Stambul, foi uma desagradável surpresa. O Twiggy está com uma nuvem preta dentro dele, o horror. E não foi só comigo, outras meninas relataram o mesmo problema com esse esmalte da Risqué. De onde vêm esses pontinhos pretos? Para onde vão? Como se multiplicam? Sexta, no Globo Repórter.
  • Por que isso acontece? Em alguns esmaltes, pode ser mesmo pigmento mal dissolvido, como num suco em pó, sabem? Nos outros, eu nem consigo chutar o que é.
  • Dá pra usar? O que fazer? Dá pra usar, mas ficam horríveis na unha. Os pontinhos pretos não somem nem com bolinhas nem com reza brava. Não adianta sacudir, nem dissolver com diluente. Já era (a não ser que vocês tenham alguma sugestão!). Também vale a reclamação com os fabricantes, já que o produto foi totalmente alterado.
  • Curiosidades: Não tenho muitos esmaltes assim, mas quis morrer quando vi o lindo do Stambul todo cagado desse jeito :chuif:

Ainda faltou uma situação que eu não soube ilustrar com foto: Os ressecados. Acontece quando o solvente do esmalte evapora muito e deixa o esmalte seco. Dá para recuperar com um bom diluente de esmalte. Se mesmo assim não der jeito, é melhor jogar fora. Para não acontecer, evite deixar os vidrinhos muito tempo abertos enquanto pinta as unhas e certifique-se de que estejam bem fechados ao guardá-los.

As bolinhas que eu comentei ao longo do post são estas aqui:

Esmaltes Decantados Bolinhas AçoBolinhas de aço para colocar no esmalte (o esmalte do dedão é o Fly da OPI que postei aqui)

Comprei há algum tempo junto com a Bianca com esse vendedor no Ebay. Duas ou três são suficientes para ajudar a misturar os esmaltes. Algumas meninas colocam outras coisas que substituem essas bolinhas, mas eu jamais usaria, como miçangas, parafusos etc. Sei que tem que ser algum material preferencialmente de aço inoxidável e tomar cuidado para não colocar nada que afete as propriedades do esmalte.

Então, se você tem bastantes esmaltes e quiser aproveitar para exercitar os braços, dê uma sacudida neles de vez em quando, pois eles sempre vão decantar. O jeito é torcer para não acontecer o resto.

Quais desses estragos deixam vocês mais irritadas?

ps.: são bem vindas sugestões e correções sobre as informações químicas deste post ;)